Componente Carrossel

subtitulo do componente Carrossel

Revista Monet

Um superguia diário da programação, acesso a conteúdos exclusivos e muito mais.

O que esperar da edição de Fevereiro

O QUE ESPERAR DA EDIÇÃO DE FEVEREIRO DA MONET
 
A temporada do Oscar para a MONET é como a Copa do Mundo para os jornalistas esportivos ou como as eleições para os analistas políticos. Inspirada pelo entusiasmo e pela paixão da redação pela grande festa do Cinema, reunimos dados e curiosidades sobre as 92 edições do Oscar e o resultado está nas 19 páginas que falam sobre o passado, o presente e - por que não? - sobre o futuro da Academia. Será que alguém tira o prêmio de Melhor Ator de Joaquin Phoenix? Sam Mendes continuará com a boa sorte exibida no Globo de Ouro e levará o título de Melhor Filme? Faça suas apostas e confira também as outras matérias da edição de fevereiro:
 
A série Contracapa mostra o dia-a-dia de uma redação de jornal e os dilemas de seus profissionais; Série do NatGeo mostra uma breve história da Máfia nos EUA; um bate-papo acima da Lei com o elenco de Carcereiros: o Filme; o primeiro Super Bowl em quatro anos que não terá Tom Brady como principal estrela; o início da Libertadores e o desafio de Corinthians e Inter em passar da fase preliminar do torneio; conversamos com o elenco de Dora e a Cidade perdida, versão live-action de Dora a Aventureira; e muito mais!
R$ 10,45 /mês

O que vem por aí

subtitulo do componente ZigZag

SUPER BOWL
DIA 2, 20H, ESPN
 
Kansas City Chiefs e San Francisco 49ers disputam a grande final da NFL em uma partida que pode dar origem a uma nova era do futebol americano, que há três anos tinha o New England Patriots, do quarterback Tom Brady, como finalista. Os Chiefs podem vencer um Super Bowl nos 50 anos de sua última conquista, e os 49ers podem se igualar com as equipes com maior número de títulos caso saiam vencedores da partida.
 
 
MATCHES
DIA 18, 21H40, WARNER
 
Com o advento dos aplicativos de paquera, o ato de marcar um encontro se tornar tão mais fácil de se fazer quanto pedir uma pizza. A série nacional Matches aborda justamente as novas formas de se relacionar no século 21, explorando as experiências vividas por quatro amigos ao usar o aplicativo de pegação que dá nome à série, sendo que dois deles estão de “volta ao mercado” após o término de seus casamentos
 
Imagem ilustrativa-  Eles não envelhecerão
ELES NÃO ENVELHECERÃO
DIA 18, TERÇA, 22H, HBO
 
Peter Jackson fez fama e fortuna ao materializar um dos universos mais incríveis que a imaginação humana teve a ousadia de criar – a Terra Média de Tolkien nas trilogias O Senhor dos Anéis e O Hobbit. Chegou o momento em que o cineasta neozelandês resolveu direcionar suas habilidades cinematográficas para tornar possível o resgate de um passado terrivelmente real: o período da Primeira Guerra (1914-1918). O cineasta revirou os arquivos do Museu Imperial Britânico e passou a trabalhar em cima dos desbotados registros de filme de película em preto e branco para lhes dar cor, forma ou, por falta de uma definição mais precisa, vida.
Imagem ilustrativa -  NBA - All star game
NBA - ALL STAR GAME
DIA 16, 22H, ESPN
 
A cidade de Chicago vai reunir os astros da NBA para a realização do All Star Game. Nos últimos anos o critério para a formação das equipes foi modificado: os dois jogadores – um da divisão do Atlântico e outro do lado do Pacífico – com mais votos são considerados capitães e acabam “escolhendo” seus companheiros. Na disputa para quem vai se tornar “dono” de cada uma das equipes em 2020, Giannis Antetokounmpo (foto), do Milwaukee Bucks, não tem concorrentes no Leste, mas no Oeste a disputa está equilibrada entre o astro LeBron James (Los Angeles Lakers) e a revelação eslovena Luka Doncic (Dallas Mavericks).
 

Mundo do Cinema e TV

subtitulo do componente ZigZag

Imagem ilustrativa -Dora e a cidade perdida
EMPODERADAS E ANIMADAS
DORA E A CIDADE PERDIDA, EM FEVEREIRO NO NOW
 
A clássica animação dos anos 2000, Dora, a Aventureira ganha uma versão em carne e osso muito mais aventureira e um pouquinho mais crescida em Dora e a Cidade Perdida. O longa estrelado por Isabela Merced, que caiu como uma luva no papel, também conta com Michael Peña (Homem-Formiga) e Eva Longoria (Desperate Housewives) no elenco. Mas a melhor amiga do macaquinho Botas e rival do Raposo não é a primeira heroína animada a ganhar um live-action. Veja abaixo algumas protagonistas de animações que ganharam filmes estrelados por atrizes reais

KIM POSSIBLE > Primeira animação do Disney Channel a ganhar um live-action, o filme traz uma nova história depois de 12 anos sem aventuras inéditas lançadas na TV. 
 
BRATZ > > Linha de bonecas que ameaçou a supremacia da toda-poderosa Barbie, ganhou inúmeras séries animadas e levou a paixão pela moda das protagonistas para o cinema com quatro atrizes que traziam traços marcantes, semelhantes às personagens animadas.
 
JEM E AS HOLOGRAMAS > O clássico desenho dos anos 1980 que tinha o mesmo núcleo criativo das animações G.I. Joe e Transformers trouxe o poder e a música para o mundo real em uma trama adaptada aos tempos do streaming de música.
 
JOSIE E AS GATINHAS > Não bastasse trazer as personagens das HQs da Archie Comics e dos desenhos do estúdio Hanna-Barbera para a vida real, a produção ainda escalou as super populares Tara Reid, Rachael Leigh Cook e Rosario Dawson como protagonistas.
 
JORNALISMO NO CINEMA
CONTRACAPA, DIA 8, 22H, AXN
Contracapa surgiu, justamente, com o objetivo de abordar essa relação entre o jornalismo e a política de uma forma bem brasileira. A série se passa na redação do fictício jornal curitibano Gazeta Brasileira e mostra a realidade de dezenas de repórteres e editores que se encontram em meio a grandes investigações envolvendo os nomes de figurões da política paranaense. Confira algumas produções Hollywoodianas que exploraram como ninguém a vida na redação e o trabalho pesado que dá para trazer a verdade à tona:
 
TODOS OS HOMENS DO PRESIDENTE > Baseado na história do furo de reportagem do escândalo de Watergate, que levou Richard Nixon, então presidente dos EUA, a renunciar, o filme de 1976 venceu quatro estatuetas do Oscar, incluindo Melhor Roteiro Adaptado.
 
THE NEWSROOM > Estrelada por Jeff Daniels, a série acompanha os bastidores de um importante canal de TV de notícias fictício. A produção mistura tramas fictícias com acontecimentos reais, como a morte de Osama bin Laden.
 
BOA NOITE E BOA SORTE > O filme de 2005, dirigido por George Clooney, se passa nos anos 1950 e conta a história real do conflito entre o jornalista e âncora de TV Edward R. Murrow e o senador Joseph McCarthy, que o acusava de ser comunista.
 
SPOTLIGHT - SEGREDOS REVELADOS > Vencedor do Oscar de Melhor Filme em 2016, o filme é baseado na investigação conduzida por uma equipe do jornal The Boston Globe sobre casos de abuso sexual e pedofilia por membros da Igreja Católica.

Componente ZigZag

subtitulo do componente ZigZag

CURIOSIDADES DO OSCAR
RED CARPET OSCAR 2020, DIA 9, 19H, E!
Quando o primeiro Oscar da História foi entregue, em 16 de maio de 1929, o mundo havia acabado de conhecer a televisão, e ainda nem sonhava que, um dia, alguns dos filmes indicados seriam exibidos apenas por um tal de streaming. A cerimônia – cuja apresentação levou apenas 15 minutos – não foi transmitida nem mesmo pelo rádio. Hoje, a premiação não é apenas uma tradição prestigiosa da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Em seu palco, lágrimas, polêmicas, comemorações, protestos e confusões compõem cenários tão interessantes quanto os próprios filmes premiados. Descubra algumas curiosidades a seguir (e muito mais na MONET de fevereiro):
 
ESTRELAS DE SUAS NOITES > Nem mesmo a lista dos filmes que mais foram nomeados diz qual é o segredo do sucesso em Hollywood. O que a babá Mary Poppins poderia ter a ver com o mago Gandalf da trilogia O Senhor dos Anéis? Bem, ambos vieram dos livros. Já Quem Tem Medo de Virginia Woolf? teve sua estreia no teatro. Dentre os recordistas de indicações, apenas La La Land e Titanic são originais do cinema.
 
COMPARTILHAR FAZ PARTE > Sim, empates são possíveis. Os vencedores do Oscar são escolhidos por votações dos membros da Academia, e se dois ou mais indicados tiverem exatamente o mesmo número de votos, todos são premiados. Porém, isso não é possível na categoria Melhor Filme: nela, cada membro da Academia deve escolher até cinco longas em ordem de preferência, e depois uma contagem especial garante que o grande eleito da noite tenha mais de 50% dos votos.

COLECIONADORES > O homem que começou o mais poderoso império do entretenimento dos dias atuais é também o grande recordista da Academia. Walt Disney é a pessoa que detém o maior número de estatuetas competitivas do Oscar, com nada menos que 22 delas (isso sem contar seus outros quatro prêmios honorários e suas 59 indicações).
 
E O NOSSO PRÊMIO? > Em mais de 90 anos de Oscar, o Brasil ainda não recebeu uma estatueta. Pelo menos não por uma obra totalmente nacional. Coproduções brasileiras como Orfeu Negro (1959), O Beijo da Mulher-Aranha (1985), Diários de Motocicleta (2004) e Me Chame Pelo Seu Nome (2017) foram premiadas, porém não tiveram nosso país como recipiente. Além disso, tanto a diretora de arte Luciana Arrighi quanto o diretor e animador Carlos Saldanha, que são do Rio de Janeiro, já receberam três indicações – mas todas por filmes americanos.
 
Imagem ilustrativa  GÊNIOS CONTROVERSOS
GÊNIOS CONTROVERSOS
SIMONAL, DIA 14, 22H, TELECINE PREMIUM
 
Uma história que envolve racismo e fake news poderia muito bem figurar entre as manchetes de um noticiário hoje em dia. Mas, na história de Wilson Simonal, um dos mais importantes intérpretes da música brasileira, é uma ferida dolorida e ainda aberta, além de ser uma das passagens abordadas pela cinebiografia do cantor estrelada por Fabrício Boliveira no papel-título. A trajetória do crooner de boates que se tornou um dos maiores artistas do país é embalada pelos seus grandes sucessos, do tempo dos Dry Boys, banda que tinha com o irmão, até o dia em que fez um coro de 30 mil vozes no ginásio do Maracanãzinho. Polêmico e genial, Wilson Simonal teve trajetória tortuosa como a de outros ídolos da música, que tiveram suas carreiras transformadas em filmes. Veja alguns deles:
 
BIRD (1988) > O saxofonista Charlie Parker mudou a forma de tocar e de consumir jazz, firmando-se como um dos mais virtuosos músicos do gênero até hoje.
 
JOHNNY & JUNE (2005) – dia 25, terça, 6h05, Megapix, 152 e 652 (HD) > Ícone do country, mas com alma rock and roll, Johnny Cash não via diferença entre dar um show em um presídio e gravar um disco gospel.
 
GET ON UP: A HISTÓRIA DE JAMES BROWN (2014) > O "Padrinho do Soul" vendeu 100 milhões de discos e evitou, com um show, um grave tumulto no dia seguinte à morte de Martin Luther King.
 
A VIDA DE MILES DAVIS (2015) – disponível no NOW > O trompetista trouxe modernidade ao jazz e seu álbum Kind of Blue não só é o disco mais vendido do gênero como um dos melhores trabalhos já gravados.