Revista Monet - Assine

ISRAEL/IRÃ/EUA – A LONGA GUERRA

Dias 9 e 16, 23h, Curta!

GODZILLA VS KONG

Em junho, no NOW

EUROCOPA

A partir do dia 11, 16h, SporTV

BLINDSPOTTING

Em junho, no Starzplay

Revista Monet

Um superguia diário da programação, acesso a conteúdos exclusivos e muito mais.

O QUE ESPERAR DA EDIÇÃO DE JUNHO DA MONET
 
A espera (quase) acabou! O mundo trava uma corrida contra o tempo para vencer a pandemia do novo coronavírus e os esforços sanitários e de vacinação acabaram permitindo com que algumas atividades e eventos voltassem a acontecer, respeitando, é claro, as regras do “novo normal”. O principal desses acontecimentos é, sem sombra de dúvidas, a Olimpíada de Tóquio, que terá sua abertura a partir do dia 23, com atraso de um ano. A edição de julho da MONET traz os principais nomes de cada modalidade, os grandes campeões, os favoritos a medalhas e as promessas que chegam ao Japão para fazer História. Essa nova edição merece uma medalha de ouro!
 
E ainda: a última parte do especial que comemora os 125 anos do Cinema; 50 Cent fala com MONET sobre como sua vida inspirou a franquia de séries ‘Power’; Friends: The Reunion, o carro-chefe da chegada do serviço de streaming HBO Max; Os Ausentes, a primeira série nacional nos moldes de CSI e Cold Case; o perfil da jovem tenista Naomi Osaka que teve a carreira em ascensão abalada pela pressão das quadras e das redes sociais; Dra. Sandra Lee, o fenômeno (nojento) das redes e da TV; o retorno de He-Man com uma animação capitaneada pelo diretor/nerd Kevin Smith; produção Israel/Irã/EUA –  A Longa Guerra explica como a tensão entre os três países; e muito mais!
R$ 12,50 /mês

O que vem por aí

YOUNG ROYALS
Em julho, na Netflix
 
Esta série sueca apostou numa combinação promissora: se, de um lado, temos rebeldia e privilégio dignos dos personagens de Elite, de outro, vemos deveres e dramas que lembram aqueles da família real britânica em The Crown. É o príncipe Wilhelm (Edvin Ryding) que dá vida a essa mistura de elementos: enviado a um colégio interno, ele sonha em ser mais livre e, finalmente, descobrir qual caminho quer seguir na vida. Mas há um problema: o jovem é o próximo na linha de sucessão ao trono na família. Será que é uma boa ideia renunciar à coroa?
OS PEQUENOS VESTÍGIOS
Em julho, no NOW
 
O suspense dirigido por John Lee Hancock, que conta no seu currículo filmes como Estrada Sem Lei (2019), Branca de Neve e o Caçador (2012) e Um Sonho Possível (2009), dirige um trio de protagonistas Oscarizado por trabalhos anteriores: Denzel Washington, Rami Malek e Jared Leto. Na trama um policial veterano vivido por Washington, conhecido por seu talento para desvendar crimes e prender terríveis assassinos, mas que já não está tão motivado, vai ter a ajuda e a energia do detetive interpretado por Malek para capturar um terrível serial killer encarnado por Leto.
OS AUSENTES
Em julho, na HBO MAX
 
Surge uma nova figura nos grandes investigadores da ficção brasileira: o ex-delegado Raul Fagnani, que há 13 anos busca pela filha desaparecida Transformando sua dor em ação, o detetive funda uma agência de investigações de desaparecimentos: a Ausentes. Diabético, Raul abre a “firma” nos fundos de uma bombonière, onde conviverá com a tentação dos doces e com seu time de companheiros com habilidades e conhecimentos únicos. A chegada de uma mulher misteriosa colocará fogo nessa equipe e a levará aos seus casos mais complexos.
Imagem de uma mulher segurando um Troféu.
NAOMI OSAKA: ESTRELA DO TÊNIS
EM JULHO, NA NETFLIX
 
Uma menina introvertida. Uma máquina do esporte. São títulos que qualificam a mesma pessoa: Naomi Osaka. A tenista japonesa de apenas 23 anos faz história em um ambiente de extrema pressão. Com apenas 20, foi a primeira atleta asiática (entre mulheres e homens) a vencer um Grand Slam e chegar ao topo do ranking mundial. E é justamente o impacto desse sucesso que acaba mexendo com ela. É possível ser uma atleta de renome sem precisar lidar com a massacrante fama dos dias de hoje?

Mundo do Cinema e TV

BRASILEIROS DE ORIGEM NIPÔNICA NAS OLIMPÍADAS
JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO, a partir do dia 23, 8h, SporTV, Bandsports e NOW
 
Tóquio vai sediar os Jogos Olímpicos pela segunda vez. A primeira, em 1964, serviu para mostrar para o mundo a reconstrução do Japão, que havia sido devastado pela Segunda Guerra. E agora, a realização do evento na capital japonesa também simboliza superação, mas da Covid-19. O país asiático tem uma forte ligação com o Brasil desde que os primeiros imigrantes chegaram ao país em 1908. Atualmente, estima-se que aproximadamente 1,6 milhão de japoneses e seus descendentes vivam por aqui. Se os pioneiros vieram para trabalhar na lavoura, as gerações seguintes passaram a ser destacar em vários setores, inclusive no esporte, em que vários atletas de origem nipônica já tiveram destaque representando o Brasil em Olimpíadas. Confira alguns abaixo:
 
TETSUO OKAMOTO
Nascido de Marília (SP), ele treinou com um grupo de nadadores orientais apelidados de “peixes voadores”.  Com isso, conseguiu a medalha de bronze nos Jogos de Helsinque (1952) nos 1.500 m livres, a primeira da natação brasileira.
 
CHIAKI ISHII
Depois de perder a vaga na equipe japonesa que disputou os Jogos de Tóquio (1964), Ishii se mudou para o Brasil. Já naturalizado brasileiro, oito anos depois, em Munique, ganhou o bronze – o primeiro pódio do nosso judô em Olimpíadas.
 
HUGO HOYAMA
Um dos principais mesa-tenistas da nossa história. Disputou em seis oportunidades consecutivas os Jogos Olímpicos, entre 1992 e 2012. Com a experiência acumulada, hoje comanda a equipe feminina de tênis de mesa.
 
POLIANA OKIMOTO
Outra descendente de japoneses que ganhou nossa primeira medalha olímpica de uma modalidade. No Rio, Poliana levou o bronze na maratona aquática, só confirmado com a desclassificação da francesa Aurélie Muller.
 
ARTHUR NORY
Nory acabou trocando o nipônico judô pela ginástica. A escolha foi um acerto, e, em pouco tempo, se tornou um dos principais nomes da modalidade. Ganhou bronze no solo nos Jogos do Rio e foi campeão mundial na barra fixa (2019).
É MÊS DE ROCK, BEBÊ
50 ANOS SEM JIM MORRISON, DIA 3, 21h30, BIS
 
Já se passou meio século desde que Jim Morrison, um dos maiores nomes do rock e da contracultura, se foi em circunstâncias trágicas: vítima de um ataque cardíaco fulminante na banheira da casa onde vivia em Paris, durante um sabático que tirou da banda The Doors. Jim Morrison se juntou a outros monstros sagrados do gênero na tal maldição dos 27, como seus contemporâneos Hendrix e Joplin, vivendo rápido, morrendo jovem e fermentando um legado que só cresce com o passar do tempo. A programação especial preparada pelo canal BIS celebra a efeméride, a memória do cantor e o mês do rock, que conta com outras atrações especiais que você pode conferir a seguir:
 
THE KILLERS – LIVE AT ROYAL ALBERT HALL (dia 13, 14h30, BIS)
A banda comandada por Brandon Flowers consegue a façanha de entregar um som moderno com toques retrô, como no hit "Mr. Brightside".

LED ZEPPELIN – THE SONG REMAINS THE SAME (dia 13, 16h30, BIS)
Filme-concerto que entrega a essência do que era a banda inglesa no seu auge, os anos 1970, com versões deliciosamente improvisadas de hinos do rock.

QUEEN – LIVE IN ROCK IN RIO 1985 (dia 13, 18h30, BIS)
Talvez a apresentação mais famosa de Freddie Mercury e companhia, em que se destaca a versão da balada "Love of My Life" à luz de milhares de isqueiros.

U2 EXPERIENCE + INNOCENCE – LIVE IN BERLIN (dia 13, 22h35, BIS)
Uma das poucas bandas a manter relevância após décadas na estrada exibe o seu repertório de sons e imagens que é um choque nos sentidos.
 
VEM COISA BOA POR AÍ
FRIENDS: THE REUNION, DISPONÍVEL NA HBO MAX
 
Não é exagero dizer que Friends está para as séries televisivas como Star Wars está para o cinema. Não, a mais famosa sitcom da história não apresentou embates com sabres de luz, a busca do equilíbrio entre as forças do Bem e do Mal ou filosofias orientais em seu subtexto. O que as desventuras vividas pelo sexteto de amigos interpretados por Courteney Cox, Jennifer Aniston, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer têm em comum com a obra de George Lucas é que elas transcenderam o fato de serem apenas um programa de TV e viraram um valioso produto e objeto de culto. Friends: The Reunion aplaca, de certa forma, o desejo dos fãs que ansiavam pelo reencontro do elenco, e é uma das principais atrações da chegada da HBO MAX, novo serviço de streaming. Veja abaixo algumas outras estreias da plataforma:
 
LIGA DA JUSTIÇA DE ZACK SNYDER
A versão definitiva do filme da super equipe da DC ganha ares épicos em um longa de, nada mais, nada menos que quatro horas de duração com cenas e personagens inéditos.
 
RAISED BY WOLVES
Especialista em androides e ficção científica, Ridley Scott produz esta série em que dois seres cibernéticos destacados para criar as crianças de uma colônia humana em um planeta misterioso.
 
THE FLIGHT ATTENDANT
Kaley Cuoco se desvencilha da personagem Penny de The Big Bang Theory para viver uma comissária de bordo alcoólica que acaba se envolvendo em uma trama de mistério e assassinato sem saber do seu verdadeiro papel no crime.
 
GOSSIP GIRL
Esqueça a Garota do Blog. Agora uma nova geração de jovens do bairro nova-iorquino de Upper East Siders surge com as boas, velhas e perigosas fofocas, mas desta vez amplificadas pelo uso das redes sociais.
MEDICINA SHOW
DRA. SANDRA LEE – A RAINHA DOS CRAVOS, DIA 13, 22H15, HOME & HEALTH
 
A recente explosão de produção de conteúdo na internet permitiu que uma série de vídeos que, à primeira vista, parecem nojentos ou exóticos ganhassem popularidade, se tornando verdadeiras febres com audiência de milhões de pessoas. Alguns desses, inclusive, ultrapassaram as fronteiras das redes sociais, virando grandes fenômenos culturais. Os registros de dermatologistas espremendo cravos e espinhas gigantes são um exemplo disso. A moda começou como um nicho em fóruns online e ganhou popularidade com profissionais filmando procedimentos cirúrgicos. Sandra Lee, uma médica da Califórnia, se tornou a grande representante desse fenômeno ao postar procedimentos gravados em seu consultório em 2014 para “mostrar o quão legal é a dermatologia”. Veja a seguir outros médicos que transformam seu ofício em entretenimento:
 
BOTCHED (segundas, 22h, E!)
Às vezes, o sonho de conseguir o procedimento estético perfeito não sai como o esperado, mas dois cirurgiões dão um jeito de fazer tudo dar certo.
 
EMAGRECI, E AGORA? (quintas, 13h40, Home & Health)
Programa acompanha pessoas que perderam grandes quantidades de peso e que decidiram fazer cirurgia para remover o excesso de pele.
 
DRA. CATHY: DEVOLVENDO A AUTOESTIMA (segundas, 00h30, Home & Health)
Cathy Davies mora na África do Sul e se destaca por criar inovadores métodos de cirurgia estética.
 
OPERAÇÃO AUTOESTIMA: ANTES E DEPOIS  (disponível na Netflix)
Uma cirurgiã plástica e uma especialista em pele usam procedimento de última geração para transformar a aparência de pessoas em sua melhor versão.