Libertadores feminina

Taça Libertadores da América Feminina de Futebol

Uma grande competição organizada pela Conmebol para as guerreiras do futebol da América do Sul.

É a vez das meninas brigarem pela “Glória Eterna”

Uma nova era do futebol feminino chegou com a criação da competição, e o desafio e a emoção dos jogos fazem jus ao famoso nome “Libertadores da América”.

História

A Taça Libertadores Feminina de Futebol foi criada em 2009, e tem como característica principal a sede única de disputa dos confrontos. Naquela edição de estreia, por exemplo, o Brasil ficou com a missão de receber os times. O Santos faturou a inédita taça.
 
Os anos passaram, e a competição seguiu. Os clubes brasileiros logo passaram a dominar o ranking de campeões absolutos com nove títulos. São José-SP é o maior vencedor por aqui com três conquistas, enquanto que Santos, Corinthians* e Ferroviária vêm depois com duas taças cada.

Regulamento da Taça Libertadores Feminina de Futebol

São 16 times divididos em quatro chaves com quatro equipes. Os duelos somente acontecem dentro do mesmo grupo nesta fase inicial, e os dois melhores de cada chave avançam às quartas de final.
 
Quartas de final, semifinais e final acontecem em jogo único. Empate leva aos pênaltis até o final da competição.

Maiores Artilheiros

Cristiane (Brasil)

29 gols

Catalina Usme (Colômbia)

28 gols

Gloria Villamayor (Paraguai)

21 gols

Ysaura Viso (Venezuela)

19 gols

Últimos Campeões

Ferroviária

A Ferroviária iniciou sua campanha na Argentina sofrendo uma goleada por quatro a zero para o Libertad-Limpeño (PAR) no jogo de estreia. Mas as meninas souberam reverter esse revés pesado para seguir rumo ao título diante do América de Cali (COL).

Corinthians

O Equador foi a sede daquela edição da Taça Libertadores da América Feminina de Futebol. O Corinthians e a Ferroviária fizeram uma final 100% brasileira por lá. Melhor para o Timão que venceu o confronto e o título com gols de Giovanna Crivelari e Juliete.

Atlético Huila

Essa edição foi muito especial e poderia ter sido ainda mais para o futebol brasileiro. Isso porque a sede na ocasião era a cidade de Manaus, e o Santos foi à final. Mas perdeu para as meninas do Atlético Huila (COL) por cinco a três nos pênaltis.

Audax

Assunção, Luque e Villa Elisa foram as sedes paraguaias da Taça Libertadores Feminina de Futebol de 2017. Audax e Corinthians, na época, faziam uma parceria bem-sucedida que culminou com a taça daquela edição após vitória nos pênaltis sobre o Colo-Colo (CHI).

Tabela de jogos da Libertadores Feminina

21 de março de 2021
 
Final - sede (Argentina)
América de Cali (COL) 1 x 2 Ferroviária (BRA) - Estádio José Amalfitani - Buenos Aires

CONMEBOL TV

Assine CONMEBOL TV para acompanhar toda a emoção da Taça Libertadores Feminina de Futebol.

A Conmebol TV traz até você a transmissão, ao vivo, dos campeonatos promovidos pela confederação sul-americana. Assine agora mesmo!